Em nosso penúltimo post de uma série inspirada em O Método do Respeito, um guia que tem sido aclamado por suas orientações e técnicas voltadas para o público feminino, avançamos com a análise em torno de diversos temas e situações relacionadas ao cotidiano a dois. Voltamos a dizer que as reflexões aqui apresentadas não substituem a leitura de curso Metodo do Respeito. Caso o leitor(a) se interesse pelos tópicos e decida por um maior aprofundamento, recomendamos que procure O Método do Respeito através do site oficial do autor.

Livrando-se de um mito perigoso – O Método do Respeito

O Método do Respeito – http://www.metododorespeito.org  apresenta um dos conceitos mais danosos apresentados ostensivamente por livros de romances, novelas, filmes e músicas (especialmente as bregas!), algo que pode levar o indivíduo a uma visão totalmente equivocada e ilusória: a teoria do amor incondicional.

O Método do Respeito alerta para os prejuízos que esse tipo de ideia ocasiona, pois a mulher ou o homem que começar a acreditar nisso esquecerá de que o simples fato de estabelecer uma relação monogâmica já é uma condição. Você já parou para imaginar o que seria de um mundo no qual não houvesse regras (=condições), em que as pessoas fizessem absolutamente tudo que imaginassem? Nem você, nem seu companheiro(a) serão capazes de amar incondicionalmente! Você é um animal racional, alguém que pensa, sente e possui necessidades básicas que precisam ser supridas por certas condições.

Estar em uma em uma relação é um investimento que requer retorno; falando assim, parece que estamos nos referindo a uma barganha qualquer, mas não é esse o ponto. O fundamental aqui é lembrar que todas as relações de trocas são regidas por normas, regras… condições. Se esse tipo de pensamento andou regendo as suas relações, talvez seja hora de refletir e mudar completamente de postura.

Uma relação realmente saudável – O Método do Respeito

Uma vez a falsa verdade amorosa é deixada de lado, é possível começar a se preocupar como que realmente importa: que tipo de pessoa estamos procurando? Que tipo de relação desejamos manter em nossas vidas? As respostas para essas perguntas darão serão os fundamentos das condições a serem exigidas e também ajudarão a perceber que o outro também possui interesses e necessidades específicas, isso trará mais equilíbrio para o relacionamento. Ao respeitar esses fatores, ambos poderão trabalhar para manter a harmonia para desfrutar de experiências positivas e frutíferas, construindo uma base sólida para uma boa convivência.